Paris abrirá campo de refugiados temporário para homens com 400 vagas

Paris, 6 set (EFE).- Paris abrirá em meados de outubro seu primeiro campo de refugiados, o primeiro também em uma zona densamente urbanizada na Europa, que receberá cerca de 400 homens por um período de 5 a 10 dias, e no qual não haverá controles policiais, anunciou nesta terça-feira a prefeita da cidade, Anne Hidalgo.

A este primeiro centro, que estará situado em Porte de la Chapelle, no norte da capital, se somará um segundo no final do ano em Ivry-sur-Seine, ao sul, que contará com 300 vagas destinadas unicamente para mulheres e crianças.

Além disso, o campo masculino ampliará sua capacidade a 600 pessoas antes de 2017.

O dispositivo total estará composto por esses dois centros, além de um médico e outro de transporte, que garantirá os deslocamentos em microônibus entre ambas instalações de amparo.

A criação do complexo supôs um investimento de 6,5 milhões de euros, dos quais 80% foram fornecidos pela Prefeitura, que também será responsável por metade das despesas de gestão.

Os centros, instalados em mais de dois hectares inutilizados propriedade do Consistório, estão concebidos para prestar um primeiro serviço médico e de amparo antes de situar essas pessoas no resto do território nacional.

Atualmente, cerca de 40% das solicitações de asilo apresentadas na França são realizadas na região parisiense de Île-de-France, a maioria delas na capital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos