Kerry diz que Brasil e EUA "são mais fortes quando podem trabalhar juntos"

Washington, 7 set (EFE).- Estados Unidos e Brasil "são mais fortes quando podem trabalhar juntos" para enfrentar desafios ou problemas em seus países, disse nesta quarta-feira o secretário de Estado americano, John Kerry.

Uma semana depois do desenlace do julgamento político que levou ao impeachment da agora ex-presidente Dilma Rousseff, Kerry destacou, em mensagem por ocasião do Dia da Independência do Brasil, a importância da relação entre os dois países.

"Como as duas maiores democracias no Hemisfério Ocidental, cada vez compartilhamos mais laços entre nossos povos e sabemos que, quando surgem desafios, somos mais fortes quando podemos trabalhar juntos", afirmou.

Ao longo do processo que levou à cassação de Dilma, os Estados Unidos expressaram "confiança na durabilidade das instituições democráticas" do país "para superar esta agitação política", sem se somar às críticas de outras nações latino-americanas ao julgamento político.

Na semana passada, o Departamento de Estado opinou que o impeachment de Dilma Rousseff aconteceu dentro do "marco constitucional" do Brasil e prometeu que trabalhará com o novo presidente, Michel Temer.

Por ocasião do 194º aniversário da Independência do Brasil, comemorado hoje, Kerry destacou que os Estados Unidos continuam cooperando com o país em "temas vitais como o desenvolvimento econômico sustentável, o combate à mudança climática e a melhora do respeito às leis".

O chefe da diplomacia americana lembrou que no mês passado visitou o Rio de Janeiro para assistir à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos e parabenizou o Brasil por seus "extraordinários esforços" para sediar um evento esportivo que foi "categoricamente bem-sucedido".

"Minha visita ao Brasil foi um recordatório da aliança duradoura da qual desfrutam nossos países", ressaltou.

Nessa visita, Kerry se reuniu com o então ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, sem fazer em suas declarações públicas nenhuma referência à instabilidade política no Brasil e destacando o interesse dos Estados Unidos em continuar cooperando com o país em vários temas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos