Bombardeiro atinge prédio residencial e mata 5 civis no Iêmen

Sana, 8 set (EFE).- Pelo menos cinco civis morreram e seis ficaram feridos em um bombardeio efetuado nesta quinta-feira pela coalizão militar árabe, liderada pela Arábia Saudita, a um edifício residencial na cidade de Amran, no norte do Iêmen.

O ataque com foguetes atingiu um prédio com três apartamentos no início da madrugada, informou a agência iemenita "Saba", controlada pelos rebeldes houthis.

Amran, capital da província homônima e em mãos dos insurgentes, está situada a 50 quilômetros da capital Sana.

A maioria das vítimas são mulheres e crianças, segundo a agência, que não descartou que aumente o número de mortos, já que continuam os trabalhos de resgate e a remoção dos escombros dos imóveis.

O início do trabalho de resgate começou com atraso, pois a aliança árabe disparava foguetes contra as ambulâncias que se dirigiram para a região.

O conflito no Iêmen explodiu quando o movimento houthi ocupou Sana em setembro de 2014 e outras províncias do norte e centro do país, obrigando ao presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi, a fugir para a cidade meridional de Áden e depois para Riad, onde vive atualmente ao lado de membros de seu governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos