Bombardeiro atinge prédio residencial e mata 9 civis no Iêmen

(Atualiza número de vítimas e acrescenta mais detalhes).

Sana, 8 set (EFE).- Pelo menos nove civis morreram e cinco ficaram feridos em um bombardeio efetuado nesta quinta-feira pela coalizão militar árabe, liderada pela Arábia Saudita, contra um edifício residencial na cidade de Amran, no norte do Iêmen.

A maioria das vítimas do ataque, efetuado com três foguetes, são menores de idade - quatro mortos e três feridos -, informou à Agência Efe um oficial da polícia local. Além disso, uma menina segue soterrada sob os escombros do imóvel de três andares.

Amran, capital da província homônima e em mãos dos insurgentes, está situada a 50 quilômetros da capital Sana.

O alvo do ataque era um quartel da 310º Brigada Blindada, controlada pelos rebeldes houthis, que fica há uma rua do prédio bombardeado pela coalizão liderada pela Arábia Saudita.

Dezenas de vizinhos estão no local para ajudar a levantar os blocos de concreto do imóvel destruído e participar dos trabalhos de resgate, que só começaram na manhã de hoje. O atraso ocorreu porque a coalizão árabe continuou bombardeando a região, disparando foguetes contra as ambulâncias que iam até o local depois do ataque.

Outros dois ataques aéreos da coalizão militar liderada por Riad destruíram uma escola próxima, disse a fonte consultada pela Efe. Ele não soube afirmar se houve vítimas neste novo ataque.

O conflito no Iêmen explodiu quando o movimento dos houthis ocupou Sana em setembro de 2014 e outras províncias do norte e centro do país, obrigando ao presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi, a fugir para a cidade meridional de Áden e depois para Riad, onde vive atualmente ao lado de membros de seu governo.

A guerra se intensificou com a intervenção em março de 2015 da coalizão liderada pela Arábia Saudita, que apoia Hadi.

Desde então, mais de 10 mil pessoas morreram no conflito, segundo dados divulgados na semana passada pelo Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários no Iêmen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos