Coreia do Sul detecta tremor no Norte, indicando possível teste nuclear

(corrige título)

Seul, 9 set (EFE).- O serviço meteorológico da Coreia do Sul detectou nesta sexta-feira (data local) um terremoto de 5 graus causado de forma artificial na Coreia do Norte, informou à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa de Seul, o que pode indicar um novo teste nuclear do regime de Kim Jong-un.

O Centro Sismológico da Europa também avaliou que se trata de um tremor de 5 graus de magnitude na escala Richter, enquanto o Serviço Geológico dos Estados Unidos lhe atribuiu 5,3 graus, confirmando que foi produzido por uma "explosão".

O terremoto de hoje foi detectado às 9h30 (horário sul-coreano, 22h30 de quinta-feira em Brasília) muito perto da base de testes nucleares de Punggye-ri, local dos quatro testes atômicos norte-coreanos anteriores.

A Coreia do Norte realizou no último mês de janeiro seu quarto teste nuclear, no qual assegurou ter detonado uma bomba de hidrogênio, algo que os analistas duvidam.

O governo da Coreia do Sul convocou uma reunião de emergência do Conselho de Segurança Nacional para avaliar a situação, segundo informou a Presidência em comunicado.

Por sua vez, as forças armadas sul-coreanas solicitaram ao Ministério da Defesa e ao Estado-Maior Conjunto a criação de uma equipe inicial de medidas de resposta.

O aparente quinto teste nuclear da Coreia do Norte aconteceu no dia em que o país comemora o 68º aniversário de sua fundação.

A Coreia do Norte já detonou explosivos atômicos em 2006, 2009, 2013 e em janeiro deste ano.

O último teste nuclear foi seguido pelo lançamento um mês depois de um foguete espacial com tecnologia de mísseis balísticos, o que acarretou ao país duras sanções da ONU que praticamente sufocam seu comércio exterior.

Caso se confirme que a explosão de hoje foi consequência de um novo teste nuclear, se espera uma forte reação da comunidade internacional, alarmada pelos avanços em armamento nuclear e mísseis do regime de Kim Jong-un.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos