Forças Armadas de Israel bombardeiam fronteira com Síria

Jerusalém/Beirute, 8 set (EFE).- As Forças Armadas de Israel atacaram na noite de quarta-feira posições do Exército sírio no norte das Colinas de Golã, em resposta a queda de um projétil procedente do país vizinho em uma área desabitada.

Em um breve comunicado militar, foi informado que na madrugada passada as tropas israelenses "tiveram como alvo plataformas de lançamento de morteiro do Exército sírio", sem oferecer mais dados.

Horas antes tinha notificado o impacto de um projétil que não causou vítimas.

Por sua parte, o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) disse que três foguetes, lançados por um avião militar israelense, caíram na área onde se encontra a Companhia Primeira das Forças Armadas sírias, perto da região de Hader, na província de Quneitra, fronteira com Golã, ocupado por Israel.

Até o momento, os meios de comunicação oficiais sírios não se manifestaram sobre o bombardeio israelense.

É a segunda vez em cinco dias que Israel ataca as posições do regime sírio, depois que no último domingo ocorreu um incidente similar e advertiu o governo de Damasco o considerando "responsável" pelas "violações da soberania israelense" deste tipo.

As Colinas de Golã, divididas entre Israel e Síria desde 1967, são palco de tensão desde 2011, quando teve início o conflito no país árabe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos