Alemanha convoca embaixador norte-coreano após novo teste nuclear

Berlim, 9 set (EFE).- O governo alemão convocou nesta sexta-feira o embaixador da Coreia do Norte em Berlim após o novo teste nuclear realizado pelas autoridades de Pyongyang, uma "provocação" que viola as resoluções das Nações Unidas.

Em entrevista coletiva, o porta-voz da Chancelaria, Steffen Seibert, condenou "com toda contundência" um teste com o qual a Coreia do Norte procura de maneira "irresponsável" avançar na desestabilização do nordeste asiático.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) advertiu que o anúncio de Pyongyang representa uma "clara violação" das resoluções do Conselho de Segurança da ONU e um ato "preocupante e lamentável".

Rússia e Estados Unidos reagiram também ao novo teste nuclear da Coreia do Norte reivindicando a este país respeito das resoluções de Conselho de Segurança da ONU que no passado condenaram ações similares.

A Coreia do Norte explicou que o teste nuclear realizado consistiu na detonação de uma ogiva nuclear que pode se acoplar a seus mísseis, o que de ser certo suporia um importante avanço nas capacidades militares do país.

O teste, que aconteceu na base de Punggye-ri ao nordeste do país, teve uma potência de 10 quilotons, segundo cálculos das Forças Armadas da vizinha Coreia do Sul, e causou um terremoto de magnitude 5 na escala Richter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos