Alemanha recebeu mais de 256 mil solicitantes de asilo entre janeiro e agosto

Berlim, 9 set (EFE).- Mais de 256 mil solicitantes de asilo entraram na Alemanha entre janeiro e agosto, mês no qual, após um período de relativa estabilidade, os números voltaram a subir ligeiramente, segundo o último relatório do Ministério do Interior.

O sistema EASY, que registra as entradas de solicitantes de asilo sem contar se depois estas pessoas iniciam ou não um expediente na Alemanha, contabilizou em agosto 18.143 chegadas, frente às 16.116 de julho.

Apesar do aumento, os números seguem sendo muito mais baixos que os do começo do ano, antes do fechamento da rota dos Bálcãs e da assinatura do acordo entre a UE e Turquia para a repatriação de refugiados, e dos alcançados em agosto de 2015, quando explodiu a crise e entraram no país mais de 104 mil solicitantes de asilo.

Os principais países de origem das chegadas neste ano são Síria (79.357), Afeganistão (43.073) e Iraque (40.567).

Em 2015, a Alemanha recebeu cerca de 1,1 milhão de peticionários de asilo e o Escritório Federal para a Migração e os Refugiados (BAMF), reforçado pelo governo perante a inundação de casos, segue recebendo os expedientes destas pessoas.

Nos primeiros oito meses do ano, foram registradas mais de 577 mil solicitações (124% a mais que no mesmo período de 2015) e foram resolvidos cerca de 393 mil expedientes.

Cerca de 50% receberam proteção como asilado ou refugiado e a mais de 15,5% foi outorgada algum tipo de proteção subsidiária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos