Começa cúpula de líderes do sul da Europa convidados por Tsipras

Atenas, 9 set (EFE).- A reunião de líderes de países do sul da União Europeia (UE) começou nesta sexta-feira com uma agenda na qual serão debatidos assuntos de economia, coesão social, imigração, assim como segurança e defesa, e cujo objetivo é alinhar posturas para a cúpula dos 27 em Bratislava.

Na reunião participam os chefes de governo ou Estado da Grécia, França, Itália, Portugal, Malta e Chipre, enquanto a Espanha estará representada pelo secretário de Estado para a UE, Fernando Eguidazu, já que Mariano Rajoy ocupa o cargo apenas interinamente.

Em uma entrevista ao jornal "Le Monde" na véspera da cúpula, o anfitrião desta reunião, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse que o objetivo não é criar uma nova divisão entre Norte e Sul, mas propiciar "um enfoque comum a favor dos países da periferia e do Mediterrâneo, que são os mais afetados pela crise" e conter a "decomposição" da Europa.

Está previsto que a cúpula, que começou com atraso, dure cerca de seis horas, nas quais estão incluídos um almoço de trabalho e uma visita ao centro cultural da Fundação Stavros Niarchos, um imponente edifício projetado pelo arquiteto italiano Renzo Piano, onde os líderes visitarão uma exposição fotográfica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos