Disparos de projéteis em Aleppo deixam pelo menos sete mortos

Beirute, 9 set (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram nesta sexta-feira e outras 24 ficaram feridas pelo impacto de projéteis em uma zona sob controle governamental no bairro de Al Salah ad-Din, na cidade síria de Aleppo (norte), segundo a agência de notícias oficial "Sana".

Uma fonte da chefia de polícia de Aleppo, citada pela agência, garantiu que entre os mortos há menores de idade e que foram "organizações terroristas" as autoras do ataque.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos elevou, por sua vez, a oito mortos, dos quais quatro eram crianças, e 30 feridos o número de vítimas pelo lançamento de projéteis em Al Salah ad-Din.

A ONG lembrou que este ataque ocorre depois que pelo menos sete pessoas morreram hoje por um bombardeio de aviões de guerra de origem desconhecida contra o mesmo bairro.

Além disso, helicópteros militares lançaram barris de explosivos contra as imediações do hospital Al-Kindi, no norte da cidade, sem que tenham sido registrado vítimas.

Aleppo, a maior cidade do norte da Síria, é palco de combates entre os soldados governamentais e facções rebeldes e islâmicas.

Durante a jornada de ontem, as forças armadas tomaram o estratégico bairro de Al Ramusa, no sudoeste da população, e voltaram impor um cerco aos distritos orientais, sob domínio opositor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos