Trump volta a usar carta da "retidão moral" em encontro conservador

Jairo Mejía.

Washington, 9 set (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a apresentar-se nesta sexta-feira como representante da retidão moral e religiosa em um evento de conservadores em Washington no qual pediu "voz para as igrejas" e atacou sua rival democrata, Hillary Clinton.

Trump discursou no encontro Values Voters (Eleitores com Valores) no qual disse que, se chegar à Casa Branca, acabará com a chamada "emenda Johnson", que desde 1954 proíbe organizações religiosas de apoiar publicamente candidaturas políticas se quiserem manter isenções fiscais.

"Se não fosse por isso a cristandade subiria como um foguete, como meus números nas pesquisas", declarou Trump, que se mostra cada vez mais cômodo com eleitores altamente religiosos, apesar de o magnata ter moldado sua imagem na gestão de cassinos e em fotos com modelos da "Playboy".

Trump comentou ainda que os Estados Unidos são um país "dividido" e "a fé é a única via para a unidade", assim como que "a família dever ser o centro de toda política para lutar contra a pobreza".

O magnata também aproveitou seu discurso para atacar Hillary, que hoje se reuniu com ex-funcionários e ex-altos comandantes militares responsáveis por segurança nacional e política externa, especialmente no referente ao Estado Islâmico (EI).

O republicano alfinetou a democrata por ter descartado enviar tropas americanas para acabar com o EI na Síria e no Iraque, ao deixar claro a seus inimigos que essa opção não é parte da estratégia.

"Não quero dizer isto enquanto evangelista, mas não deveríamos ser tão honestos quando se trata de falar de nossa estratégia militar", brincou Trump, que foi amplamente ovacionado pela plateia deste encontro anual ultraconservador e ultrarreligioso.

"O EI está cometendo um genocídio contra os cristãos", ressaltou Trump, que, como costuma fazer neste tipo de evento, recitou um versículo das Escrituras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos