Incêndio de fábrica têxtil em Bangladesh deixa 22 mortos

(Atualiza número de vítimas).

Daca, 10 set (EFE).- O número de mortos aumentou para 22 no incêndio após uma explosão neste sábado em uma fábrica do setor têxtil em Bangladesh, na qual cerca de 60 pessoas ficaram feridas e sobre a qual as autoridades ordenaram uma investigação, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

O inspetor geral Syed Ahmed, do Departamento de Inspeção de Fábricas do país asiático, disse que do local do incêndio na cidade de Tongi, a cerca de 25 quilômetros ao norte de Daca, foram recuperados até o momento 18 corpos.

Outras quatro pessoas morreram no Hospital Medical College da capital bengali, para onde tinham sido transferidas, disse.

Ahmed afirmou que este departamento do Ministério do Trabalho estabeleceu um comitê de três membros para investigar os fatos.

O chefe da Administração do distrito de Gazipur, S.M. Alam, onde fica Tongi, afirmou que as autoridades locais formaram também um comitê de investigação com cinco integrantes, liderado por um juiz e que deve emitir um relatório no prazo de uma semana.

Alam explicou que a fábrica produz principalmente materiais para o empacotamento de produtos têxteis.

Um porta-voz dos bombeiros, que preferiu não se identificar, declarou que o incendiou aconteceu por volta das 6h (horário local, 21h de sexta-feira em Brasília), por causa da explosão de uma caldeira.

Uma tragédia volta a atingir uma indústria em Bangladesh, desde que em 2013 aconteceu o desmoronamento do complexo têxtil de nove andares Ran Plaza, que causou a morte de 1.100 trabalhadores e ferimentos em 2.500.

Com cerca de US$ 25,5 bilhões de vendas no ano fiscal 2014-2015, 81% do total de exportações do país, o setor têxtil é um dos principais motores econômicos de Bangladesh e dá emprego a 4,4 de seus 160 milhões de habitantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos