Obama pede que EUA não ceda ao medo na véspera do aniversário de 11/9

Washington, 10 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse neste sábado aos americanos que para vencer as organizações terroristas não devem ceder ao medo que pretendem infundir, coincidindo com a véspera do 15° aniversário de 11/9.

"Enquanto fazemos uma reflexão sobre estes últimos 15 anos, também é importante lembrar o que não mudou: os valores centrais que nos definem como americanos. A força que nos sustenta. Após tudo, os terroristas nunca poderão derrotar os Estados Unidos", disse Obama em sua mensagem de sábado no rádio.

"Sua única esperança é nos aterrorizar até que mudemos nossa forma de vida. Por essa razão, os americanos nunca cederão perante o medo. E é por isso que neste fim de semana lembramos o verdadeiro espírito de 11 de setembro", insistiu.

Obama lembrou das mais de 3 mil vítimas mortais nos atentados contra as Torres Gêmeas de Nova York e o Pentágono em Washington, assim como o trabalho das equipes de socorro e a reconstrução.

"Ainda somos o mesmo país onde os heróis se lançaram ao perigo, do povo comum que se rebelou contra seus sequestradores, das famílias que transformaram sua dor em esperança. Ainda somos o mesmo país no qual cuidamos uns dos outros", acrescentou.

No domingo completa 15 anos dos atentados de 11 de setembro de 2011 nos quais morreram mais de 3 mil pessoas e que deixaram um antes e um depois para a política e o panorama internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos