Tóquio e Seul reafirmam cooperação após teste nuclear norte-coreano

Tóquio, 10 set (EFE).- A ministra de Defesa do Japão, Tomomi Inada, e seu colega sul-coreano Han Min-koo acertaram neste sábado estreitar a cooperação para lidar com o programa nuclear norte-coreano, após o quinto teste atômico realizado pelo país vizinho na sexta-feira.

Inada conversou por telefone com Han e lhe transmitiu que o novo teste nuclear representa uma "clara violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU", além de destacar a importância da cooperação bilateral, incluindo a troca de informação entre ambos, informou o Ministério da Defesa do Japão.

Inada também destacou a importância de se coordenar com os Estados Unidos para abordar o assunto.

Han disse que o teste nuclear foi um desafio sério para a estabilidade regional e global, e que a comunidade internacional precisa fazer esforços de cooperação para lidar com a situação, segundo a informação publicada pela agência japonesa de notícias "Kyodo".

Japão, Coreia do Sul e EUA realizaram hoje teleconferências de alto nível em matéria de Defesa separadamente nas quais concordaram em que os atos provocativos de Pyongyang requerem a união da comunidade internacional para preparar sanções adicionais ao regime norte-coreano, revelou Han.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos