Ataque suicida no Iêmen mata 6 policiais e deixa 17 feridos

Sana, 11 set (EFE).- Pelo menos seis soldados da Polícia do Iêmen morreram neste domingo e outros 17 ficaram feridos em um atentado suicida contra uma delegacia da província de Abian, no sul do país, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

O suicida, ao volante de um carro-bomba, detonou os explosivos na entrada da sede da Polícia, onde se concentrava um grupo de recrutas.

Esta delegacia é a principal do município de Al Wadie, local de nascimento do presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi, e é controlada pelas forças leais ao líder.

Até o momento nenhum grupo terrorista assumiu a autoria do ataque, embora em outras ocasiões Estado Islâmico (EI) e Al Qaeda reivindicaram atentados similares no sul do Iêmen.

Ambos os grupos jihadistas aproveitaram a deterioração da segurança no Iêmen devido ao atual conflito entre os leais a Hadi e os rebeldes houthis para se expandir nas áreas do sul do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos