Diferentes conflitos na Caxemira indiana deixam pelo menos 5 mortos

Nova Délhi, 11 set (EFE).- Pelo menos um policial e quatro supostos insurgentes morreram em diferentes enfrentamentos hoje na Caxemira indiana, onde ocorreram novos distúrbios nesta região que há dois meses vive uma explosão de violência que já deixou cerca de 80 mortos e milhares de feridos.

Um policial morreu em um tiroteio entre forças indianas e insurgentes no distrito de Poonch desta região nortista, segundo recolhe a agência indiana "Ians" de fontes policiais.

Na zona de Nowgam, na denominada Linha de Controle (LOC, em inglês) ou fronteira de fato entre Índia e Paquistão, pelo menos quatro supostos insurgentes faleceram em outro enfrentamento, de acordo com fontes do Exército indiano citadas pela agência local "PTI".

Os distúrbios entre manifestantes e forças de segurança ocorreram durante boa parte do dia em distintas zonas do estado de Jammu e Caxemira, com dezenas de feridos e um número indeterminado de detidos durante atos de protesto convocados por organizações separatistas, segundo veículos de imprensa locais.

A morte em 8 de julho do insurgente separatista Burhan Wani suscitou uma de onda de violência na região com manifestações que foram reprimidas pelas forças de segurança indianas, com cerca de 80 mortos e milhares de feridos.

A Caxemira é um dos territórios mais militarizados do mundo desde a partilha do subcontinente em 1947 após a época colonial britânica e é alvo de disputa entre a Índia e Paquistão, que livraram duas guerras e vários conflitos menores por seu controle.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos