Governo ratifica Acordo de Paris contra mudança climática

Brasília, 12 set (EFE).- O presidente Michel Temer liderou nesta segunda-feira um ato no qual o governo ratificou o Acordo de Paris contra a mudança climática, adotado em dezembro do ano passado por 195 países durante a cúpula realizada na capital francesa.

Na cerimônia que aconteceu no Palácio do Planalto e reuniu ministros, parlamentares e membros de grupos de defesa do meio ambiente, Temer afirmou que "o compromisso contra a mudança climática no Brasil não é de um governo, mas é uma questão de Estado".

O presidente ressaltou mais de uma vez que "não se trata de uma questão de vontades de um ou de outro governo", com o que pareceu se referir à crise que levou ao impeachment da agora ex-presidente Dilma Rousseff, já que os compromissos que o Brasil adotou na Cúpula contra a Mudança Climática de Paris foram firmados durante a gestão da petista como chefe de Estado.

No ano passado, na cúpula realizada em Paris, o Brasil assumiu o compromisso de limitar suas emissões anuais a 1,3 bilhão de toneladas de dióxido de carbono para 2025, o que significaria uma redução de 36,1% em relação a 2005.

Além disso, o governo brasileiro se propôs a manter essa tendência e reduzir suas emissões para 1,2 bilhão de toneladas de dióxido de carbono anuais para 2030.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos