Hillary cancela viagem de campanha à Califórnia após diagnóstico de pneumonia

Washington, 12 set (EFE).- A candidata do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, cancelou uma viagem à Califórnia para arrecadar fundos de campanha, que estava prevista para esta segunda-feira e amanhã, após ser diagnosticada com pneumonia, informou seu comitê de campanha.

A agenda de Hillary incluía atos nas cidades de San Francisco e Los Angeles, assim como uma aparição gravada no programa "Ellen", da atriz e apresentadora Ellen Degeneres.

Hillary foi diagnosticada com pneumonia na sexta-feira, conforme indicou ontem sua médica, Lisa Bardack, depois que a ex-secretária de Estado passou mal durante em os eventos de homenagem às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 m Nova York.

De acordo com a médica, Hillary está passando por tratamento com antibióticos e foi aconselhada a permanecer em repouso.

Ontem, Hillary assistiu de pé nos jardins do World Trade Center (WTC), em Nova York, à cerimônia na qual são lidos os nomes das quase 3 mil vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001, na qual também estavam presentes seu rival republicano, Donald Trump, e autoridades locais.

A candidata presidencial começou a se sentir mal enquanto acompanhava a cerimônia devido aos efeitos do calor, segundo sua campanha, e deixou o local para se dirigir ao apartamento de sua filha, Chelsea, em Nova York.

Hillary deixou o apartamento de Chelsea pouco depois e, em declarações aos jornalistas que a esperavam na entrada do edifício, confirmou que estava se sentindo "muito melhor".

Em seguida, a ex-primeira-dama se deslocou até sua casa em Chappaqua, no estado de Nova York, onde permanece desde então.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos