Kerry afirma que cessar-fogo é "última oportunidade" de salvar Síria unida

Washington, 12 set (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, afirmou que o cessar-fogo iniciado nesta segunda-feira, promovido por Washington e Moscou, pode ser "a última oportunidade" para salvar uma "Síria unida" e indicou que já foi observada "uma redução da violência".

"Os primeiros relatórios apontam para uma redução da violência, de poucos focos de combate aqui e ali", declarou Kerry em um pronunciamento não anunciado na sede do Departamento de Estado, apenas uma hora depois da entrada em vigor do cessar-fogo no país.

Kerry insistiu em seu apelo "a todas as partes para respeitar a cessação de hostilidades", já que pode ser "a última oportunidade para salvar uma Síria unida".

Além disso, ressaltou que "a oposição deve separar-se da Frente Al Nusra (vinculada a Al Qaeda) naquelas áreas onde a mistura foi um problema".

O cessar-fogo foi estipulado por Kerry e pelo ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, no sábado passado em Genebra.

Após um período de sete dias de respeito da trégua, ambos países prepararão ataques coordenados contra posições dos grupos terroristas Al Nusra e Estado Islâmico.

O Comando Supremo das Forças Armadas sírias, respaldadas por Moscou, confirmou hoje o começo de um cessar-fogo durante sete dias, após o acordo alcançado por EUA e Rússia.

A nota ressaltou que "o regime de calma" estará em vigor desde 19h de hoje (horário local, 13h de Brasília) até 23h59 de 18 de setembro (17h59).

Por sua parte, a Coalizão Nacional Síria (CNFROS), principal aliança política opositora, e o Exército Livre Sírio (ELS) "atuarão de forma positiva" em relação à trégua, informou o agrupamento.

O acordo indica que, paralelamente, a ajuda humanitária deverá começar a entrar de forma regular a todas as localidades cercadas na Síria, o que, junto com a redução da violência, foi uma condição para que a oposição síria se reincorpore às negociações de paz promovidas pela ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos