Líder das Farc chega à Colômbia para conferência em que aprovarão acordo paz

Bogotá, 13 set (EFE).- O líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño Echeverri, conhecido como "Timochenko", chegou ao país sul-americano para participar da 10ª conferência desse grupo armado na qual aprovarão o acordo de paz alcançado com o governo, informaram nesta terça-feira fontes ligadas à guerrilha.

"Cada congresso tem sua característica. Este, por enquanto, tem uma importância relevante, tudo o que estamos fazendo agora vai nos ajudar muito para avançar na busca dos objetivos que temos", disse "Timochenko" à agência "Nueva Colombia" (NC), vinculada às Farc, ao aterrissar na Colômbia.

A 10ª Conferência Nacional Guerrilheira acontecerá entre os dias 17 e 23 de setembro nos Llanos del Yarí, uma região remota do sul do país, entre as províncias de Caquetá e Meta, onde espera-se que as Farc renunciem à luta armada após 52 anos e aprovem sua transformação em um movimento político legalizado.

Junto a "Timochenko" chegaram outros integrantes do Secretariado (comando) das Farc, como Félix Antonio Muñoz, conhecido como "Pastor Alape"; e Rodrigo Granda, conhecido como "Ricardo Téllez", além de outros delegados que participarão da conferência e que estavam em Cuba, onde participaram dos diálogos de paz com o governo.

"Alape" destacou o caráter da conferência, já que nas nove anteriores, "se falava de planos em projeção para a guerra", enquanto, neste caso, "estão sendo articulados processos e iniciativas para a paz".

Alguns desses delegados chegaram à região dos Llanos del Yarí em um helicóptero do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), conforme pode ser visto nas imagens distribuídas pela agência "NC".

O governo colombiano e as Farc firmaram um acordo de paz no dia 24 de agosto, após quase quatro anos de negociações em Havana.

No dia 26 de setembro o acordo será assinado em um ato solene na cidade de Cartagena das Índias. Posteriormente, o pacto será submetido à consulta popular em um plebiscito que será realizado em 2 de outubro.

Com o acordo, as Farc deixarão de existir como organização armada ilegal e se transformarão em um movimento político, um passo transcendental que terá início, precisamente, em sua 10ª conferência.

Desde 1964, quando as Farc foram criadas, a guerrilha realizou um total de nove conferências nas quais definiram os rumos da organização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos