Supertufão Meranti para sul de Taiwan e causa inundações e danos

Taipé, 14 set (EFE).- O supertufão Meranti, que segue rumo a China pelo Estreito de Luzon, perto do extremo sul de Taiwan e com ventos de até 263 km/h, paralisou nesta quarta-feira (data local) o sul da ilha, causando inundações e danos a edifícios e infraestruturas.

Taiwan, com grande experiência em medidas de prevenção contra desastres naturais causados por tufões, enviou cerca de 20 mil soldados, retirou 20.629 pessoas das ilhas Verde e Orquídea e do leste de Taiwan, e protegeu com sacos de terra milhares de lugares que costumam ficar inundados.

Até o momento, mais de 20 mil casas estão sem água e energia elétrica e houve inundações e quedas de postes e árvores, segundo dados do Centro de Resposta a Emergências e da rede de televisão local "TVBS".

O supertufão afeta especialmente o sul de Taiwan, com ventos constantes de até 209 km/h e rajadas de 263 km/h perto de seu centro, assim como ventos de até 90 km/h em um raio de 80 quilômetros e de 54 km/h em um raio de 220 quilômetros, segundo dados do Serviço Meteorológico Central de Taiwan.

Até o momento, no extremo sul de Taiwan já caíram 341 litros de chuva por metro quadrado e ainda são esperadas mais, de acordo com informações do Serviço Meteorológico Central da ilha.

A atividade de trabalho e a circulação dos transportes aéreo e ferroviário no sul de Taiwan estão interrompidas hoje e devem voltar a funcionar somente na tarde de quinta-feira, quando o Meranti deverá estar chegando na costa chinesa.

O Meranti é o tufão mais forte que atinge Taiwan desde 1959.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos