Ex-presidente de Israel segue internado em estado grave, dizem médicos

Jerusalém, 14 set (EFE).- O ex-presidente de Israel e prêmio Nobel da Paz, Shimon Peres, de 93 anos, está internado em estado estável embora grave, após sofrer na noite de terça-feira uma forte hemorragia cerebral, informaram nesta quarta-feira as fontes médicas.

O diretor do hospital Shiva de Tel Hashomer - nos arredores de Tel Aviv -, Izik Krais, afirmou que o ex-mandatário continua em "situação crítica" embora tenha se estabilizado, informou o jornal "Jerusalem Post", em sua versão digital.

Peres permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com vigilância constante e rodeado de seus familiares mais próximos.

Esta manhã, os médicos descartaram uma nova cirurgia, embora poderiam tomar essa decisão mais tarde, dependendo do progresso do paciente.

Ontem ele foi colocado em coma induzido e estava no respirador após sofrer um grave acidente vascular cerebral.

O rabino chefe ashkenazi de Israel, David Lau, pediu para que a população que reze por Peres "que fez muito bem em seu longo serviço pelo povo de Israel e para fortalecer a segurança" do país.

Peres, presidente de Israel entre 2007 e 2014, ocupou duas vezes o cargo de primeiro-ministro e outras duas o de primeiro-ministro interino, além de ter sido 12 vezes ministro nas mais de seis décadas que esteve em ativo na política israelense.

Em 1994, recebeu após a assinatura dos Acordos de Oslo - há 23 anos - o prêmio Nobel da Paz, que compartilhou com o primeiro-ministro israelense Yitzhak Rabin e o presidente palestino, Yasser Arafat, mortos em 1995 e 2004, respectivamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos