Supertufão Meranti chega na China após sua passagem por Taiwan

(Atualiza com informação sobre China ).

Pequim/Taipé, 15 set (EFE).- O supertufão Meranti chegou nesta quinta-feira à costa oriental da China após sua passagem por Taiwan, onde deixou nove feridos, três pessoas desaparecidas e uma grande devastação, segundo o Centro de Repostas de Emergências da ilha.

Meranti, o tufão mais forte que atingiu Taiwan os últimos 21 anos, chegou à cidade de Xiamen, na província chinesa de Fujian, às 3h05 (hora local), segundo informações da agência oficial "Xinhua".

Ao entrar na China, o Meranti diminuiu a velocidade de seus ventos, que agora são de até 118,8 km/h e rajadas de até 154,8, enquanto ontem chegaram aos 263 km/h em Taiwan, segundo dados do Serviço Meteorológico Central da ilha.

Mesmo assim, se trata do pior tufão que atinge Fujian desde 1949, e imagens divulgadas por veículos de imprensa locais mostram os vidros de grandes edifícios destruídos nas ruas.

"O vento e a chuva ficaram extremamente violentos a partir das 3 da madrugada. Os sons das janelas quebrando e dos galhos das árvores se agitando foi chocante. A energia elétrica caiu diversas vezes", disse Su Binglin, que trabalha em uma loja que fica aberta 24 horas, publica a agência oficial "Xinhua".

Binglin narra que teve que utilizar lâminas de metal para prevenir que a porta da loja se rompesse.

Por volta das 6h (hora local), o vento começou a enfraquecer, com as ruas de Xiamen cobertas por lascas das janelas e vidros destroçados e galhos de árvores.

"É devastador. Há árvores caídas e poças na estrada bloqueando o trânsito", lamenta Hu Rong, funcionário de uma loja de Xiamen, segundo publica "Xinhua".

A companhia elétrica Xiamen Power Supply informou que o tufão provocou sérios danos na rede elétrica de Xiamen, causando blecautes maciços, enquanto o tufão avança para o interior do país, coincidindo hoje com o festival do Meio do Outono da China.

Enquanto isso, as autoridades ferroviárias de Nanchang, no leste da província oriental de Jiangxi, anunciaram o cancelamento de 144 trens programados entre hoje e sábado.

Em Taiwan, pelo menos 825 mil lares sofreram cortes do fornecimento de eletricidade, segundo dados da elétrica Taipower, e os fortes ventos fizeram voltar contêineres no porto de Kaohsiung, onde também se soltaram dez embarcações de suas amarras, informou a autoridade portuária dessa cidade.

Uma loja foi totalmente destruída pelos ventos e águas do tufão, e as ondas quase arrastam para o mar uma ambulância em Kaohsiung, segundo imagens de TV.

Como medida preventiva pelo impacto do tufão, dois reatores nucleares em Hengchun foram apagados ontem, ao sul, disse a elétrica Taipower.

Já a Terceira Usina Nuclear de Taiwan, que abriga os dois reatores, sofreu com rajadas de vento de até 191 km/h, que estabelece uma marca em 120 anos e dá uma ideia da força deste tufão.

Graças as medidas de prevenção, incluindo o uso de dezenas de milhares de sacos de terra para impedir que edifícios fossem inundados, os destroços causados pelo Meranti estão sendo limitados em relação com sua força.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos