Ataque suicida em mesquita do Paquistão mata 16 pessoas

Islamabad, 16 set (EFE).- Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 23 ficaram feridas nesta sexta-feira em um ataque suicida em uma mesquita no noroeste do Paquistão, na qual cerca de 200 fiéis participavam da oração muçulmana das sextas-feiras, informou à Agência Efe uma fonte das forças de segurança paquistaneses.

O ataque aconteceu por volta das 13h30 (horário local, 5h30 em Brasília) na mesquita Gül Muhamand, nas áreas tribais do noroeste do país, disse um oficial da segurança na região, Gulab Khan.

"Mais de duzentas pessoas participavam da oração da sexta-feira no templo e teme-se que haja mais vítimas", informou esta fonte da Polícia tribal conhecida como Levies.

Khan afirmou que os feridos foram levados para hospitais da região, uma área montanhosa com estradas ruins, acrescentando que começou uma investigação sobre o atentado.

O ataque aconteceu um dia depois de terminada no país as celebrações do Eid-ul-Adh ou festa muçulmana do sacrifício.

Na terça-feira passada, no primeiro dia dessa festividade, dois policiais morreram e quatro ficaram feridos em uma explosão durante a passagem de um veículo da Polícia em Quetta (oeste), horas depois que um insurgente suicida morreu em outra tentativa de atentado realizada contra uma mesquita xiita no sul do país.

Apesar deste tipo de ataques, o Paquistão acusa queda do número de ações terroristas, uma tendência que o governo e o Exército atribuem à operação militar iniciada em junho de 2014 no noroeste do país contra supostos santuários talibãs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos