Guarda costeira dos EUA repatria 142 cubanos interceptados no mar

Miami, 16 set (EFE).- A guarda costeira dos Estados Unidos repatriou 142 imigrantes cubanos que tentaram chegar ilegalmente ao país pelo mar e que foram interceptados em 15 operações distintas em águas do estreito da Flórida, informou nesta sexta-feira a instituição.

No último sábado, foram repatriados 43 cubanos para a baía de Cabañas, em Cuba, enquanto na quarta-feira foram outros 63 e hoje mais 36, afirmou em comunicado a guarda costeira.

"Essas repatriações são o resultado de 15 interceptações diferentes nas águas do estreito do sul da Flórida, em operações destinadas a garantir a segurança da fronteira dos EUA e evitar que estas travessias pelo mar terminem em tragédia", destacou em comunicado Mark Gordon, chefe do sétimo distrito da guarda costeira.

Gordon reiterou que "a guarda costeira e as agências associadas continuam patrulhando as águas ao redor da Flórida para impedir a atividade migratória ilegal", e também expressou sua "preocupação pelos imigrantes que arriscam suas vidas nas mãos dos traficantes de pessoas ou navegando em embarcações precárias".

Desde 1º de outubro de 2015, pelo menos 6.850 cubanos tentaram emigrar para os Estados Unidos por mar, enquanto no ano anterior foram contabilizados 4.473.

"Estas estatísticas representam o número total de interceptações no estreito da Flórida, no Caribe e em águas do Atlântico", explicou a instituição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos