Países da CEI pós-soviética realizam cúpula no Quirguistão

Moscou, 16 set (EFE).- Os países que integram a Comunidade dos Estados Independentes (CEI) realizam nesta sexta-feira uma cúpula em Biskek, a capital do Quirguistão, com a participação de sete de seus presidentes, entre eles o da Rússia, Vladimir Putin.

A cúpula de Biskek, que será presidida pelo chefe do Estado anfitrião, Almazbek Atambayev, também conta com os presidentes de Azerbaijão, Ilham Aliyev; Armênia, Serzh Sargsyan; Belarus, Aleksandr Lukashenko; Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, e Tadjiquistão, Emomali Rajmon.

Os outros quatro países da CEI, Moldávia, Turcomenistão, Uzbequistão e Ucrânia estarão representados em menor nível.

Na cúpula, a 25ª realizada pela CEI - uma organização idealizada em seu início como um mecanismo de "divórcio civilizado" entre as repúblicas que formavam a União Soviética -, Putin antecipará as prioridades da presidência rotativa da Comunidade que ficará a cargo da Rússia em 2017.

"A Rússia presidirá os órgãos da CEI em 2017, já que os moldávios, aos quais corresponderia a vez, renunciaram à presidência", explicou ontem Yuri Ushakov, assessor do chefe do Kremlin em assuntos internacionais.

O assessor de Putin adiantou que na capital quirguiz serão adotados vários documentos, entre eles um programa de cooperação na luta contra o terrorismo para os anos entre 2017 e 2019.

"O problema do terrorismo será abordado de maneira especial. É um dos temas principais (da cúpula)", disse Ushakov.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos