PKK mata 7 guardas paramilitares e 2 soldados no leste da Turquia

Ancara, 16 set (EFE).- Sete guardas paramilitares e dois soldados turcos morreram nesta sexta-feira no extremo leste da Turquia em um ataque atribuído pelas autoridades locais ao proscrito Partido dos Trabalhadores de Curdistão (PKK, sigla em inglês).

O escritório de governo da província de Agri afirmou em comunicado que os rebeldes atacaram ontem à noite às forças de segurança com rifles de longo alcance e com mísseis na cidade de Gokcebucak.

Os dois militares mortos no ataque eram um sargento e um soldado raso. Outros três militares e dois civis ficaram feridos.

Após o incidente, o Exército turco respondeu imediatamente com fogo de artilharia contra as posições desde onde os guerrilheiros fizeram seu ataque, disse a nota oficial.

No início do mês, o Exército turco realizou uma operação contra as forças rebeldes na região que durou três dias e que terminou com nove soldados e três guardas paramilitares mortos, enquanto 18 militares ficaram feridos.

Segundo dados oficiais, nessa operação morreram pelo menos 13 rebeldes do PKK, um grupo considerado terrorista por Ancara, União Europeia (UE) e pelos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos