JuA reivindica atentado contra mesquita no Paquistão e mortos sobem para 28

Nova Délhi, 17 set (EFE).- O grupo talibã Jamaat ul Ahrar, cisão da principal formação insurgente do Paquistão, o TTehrik-i-Taliban Pakistan (TTP), reivindicou o atentado contra uma mesquita de Peshawar, no norte do país, que ocasionou a morte de 28 pessoas, de acordo com os últimos números divulgados neste sábado.

"Cinco pessoas que estavam feridas gravemente morreram, portanto já são 28 mortos e 31 feridos", afirmou à Agência Efe, o vice-administrador da agência Mohmand, Naveed Akbar.

O atentado aconteceu ontem por volta das 13h30 (hora local), na mesquita Gul Muhamand, na região de Mohmand, situada nas áreas tribais do noroeste do país, em um momento em que o templo estava cheio de gente para a oração de sexta-feira.

Em comunicado divulgado, JuA afirmou que tinha como alvo o comitê de paz do distrito de Anbar, porque em 2009 matou 13 de seus mujahedins e capturou e entregou a outros membros do grupo aos governos de Swat e Bajaur.

"Nossa luta contra os comitês de paz e o governo continuará até impor a sharia (lei islâmica)", disse.

Akbar explicou que como resultado da explosão o teto da galeria coberta de entrada cedeu e algumas pessoas ficaram enterradas sob os escombros.

"Todos os trabalhos de resgate já foram concluídos", acrescentou.

O ataque aconteceu um dia depois do término no país das celebrações do Eid al-Adha ou festa muçulmana do sacrifício.

Na terça-feira passada, no primeiro dia dessa festividade, dois policiais morreram e quatro ficaram feridos em uma explosão durante a passagem de um veículo policial em Quetta (oeste), horas depois que um insurgente suicida morreu em outra tentativa de atentado perpetrado contra uma mesquita xiita no sul do país.

Apesar deste tipo de ataques, o Paquistão viu cair o número de ações terroristas, uma tendência que o governo e o Exército atribuem à operação militar iniciada em junho de 2014 no noroeste do país contra supostos santuários talibãs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos