Salmond prevê novo referendo sobre independência da Escócia em 2018

Londres, 17 set (EFE).- O ex-ministro principal da Escócia e ex-dirigente do Partido Nacionalista Escocês (SNP) Alex Salmond afirmou que é provável que em 2018 seja realizado um novo referendo sobre a independência de sua nação.

Em artigo publicado neste sábado no jornal escocês "The National", Salmond argumenta que o "Brexit" foi a "faísca" que voltou a colocar sobre a mesa a questão de uma nova consulta popular.

Em 2014, 55,3% dos eleitores optaram pelo "não" à independência da Escócia em um referendo que Salmond classificou então como uma ocasião "única em uma geração".

"Naquela primeira votação, o que começou como uma iniciativa do governo escocês se transformou em uma campanha popular. Jamais devemos esquecer essa inspiração", escreveu.

"Se tenho que prever uma data, então diria que é provável que (um segundo referendo) no outono de 2018. Inclusive em uma escala temporal de dois anos, há muito que fazer", acrescentou o político nacionalista.

A ministra principal escocesa e atual líder do SNP, Nicola Sturgeon, disse nos últimos meses que a vitória do "Brexit" no referendo de 23 de junho propiciará uma nova tentativa de perguntar aos escoceses se querem se separar do resto do Reino Unido.

Na Escócia, 62% dos eleitores optaram por continuar na União Europeia (UE), apesar de a saída ter ganhado em nível nacional com 53,4% dos votos.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, deve ainda determinar uma data para ativar o artigo 50 do Tratado de Lisboa, que iniciará uma contagem regressiva de dois anos para a separação definitiva de laços entre Londres e Bruxelas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos