Autor de ataque em Minnesota era "soldado" do EI, segundo agência jihadista

Cairo, 18 set (EFE).- A agência de notícias "Amaq", ligada ao Estado Islâmico (EI), disse neste domingo que um "soldado" do grupo terrorista foi o autor do ataque com faca cometido no sábado em um centro comercial de Minnesota (EUA) e que feriu oito pessoas.

O criminoso, que foi morto pela polícia, realizou o ataque "em resposta aos pedidos de atentados contra os cidadãos dos países pertencentes à coalizão cruzada", afirmou a "Amaq" se referindo à aliança militar liderada pelos Estados Unidos que bombardeia os jihadistas na Síria e no Iraque.

A agência porta-voz dos extremistas não ofereceu mais detalhes sobre a identidade do autor do ataque nem as circunstâncias em que ocorreu o ato.

O homem entrou no centro comercial Crossroads Center por volta das 20h15 horas do sábado (22h15 em Brasília), vestido com o uniforme de uma empresa de segurança privada e foi rendido por um policial fora de serviço.

A Polícia da cidade disse que o agressor perguntou a pelo menos uma pessoa se ela era muçulmana antes de realizar o ataque. As vítimas foram transferidas a um hospital por ferimentos de arma branca, mas só uma foi internada, segundo fontes do centro médico.

O incidente ocorreu quase simultaneamente à explosão de uma bomba de grande potência em Nova York, que deixou 29 feridos, e horas depois de outra explosão no distrito de Seaside Park, no estado de Nova Jersey, que não causou vítimas nem danos materiais graves.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos