Confronto na República Centro-Africana deixa dezenas de mortos

Nairóbi, 18 set (EFE).- Dezenas de pessoas morreram na sexta-feira passada em um novo confronto entre os ex-rebeldes Séléka e as milícias antibalaka na cidade de Ndomété, perto de Kaga Bandoro, no centro da República Centro-Africana, informou a missão da ONU no país.

Em comunicado emitido no final da noite de ontem, a Missão da ONU na República Centro-Africana (Minusca) lamentou "a perda de vidas" e aproveitou para denunciar "os ataque contra a comunidade humanitária e o pessoal das Nações Unidas".

Após intervir para separar os combatentes da população civil, a Minusca reforçou o dispositivo de segurança em Kaga Bandoro para prevenir a "deterioração da situação" e proteger o hospital e a área onde vivem os deslocados de confrontos anteriores.

A situação de segurança piorou nos últimos meses na República Centro-Africana, com aumento dos incidentes violentos tanto na capital como no resto do país, e especialmente no norte , onde há grandes áreas controladas por milícias como os ex-rebeldes Séléka.

O país vive um complicado processo de transição desde que em 2013 os ex-rebeldes Séléka derrubaram o presidente François Bozizé, gerando uma onda de violência sectária entre muçulmanos e cristãos que causou milhares de mortos e obrigou cerca de um milhão de pessoas a abandonar seus lares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos