Putin anuncia vitória de Rússia Unida nas eleições parlamentares

Moscou, 18 set (EFE).- O presidente russo, Vladimir Putin, deu por certa a vitória do partido do Kremlin, Rússia Unida, nas eleições parlamentares realizadas neste domingo no país.

"Já podemos anunciar com segurança. O partido alcançou um resultado muito bom. Ganhou", disse Putin na sede da Rússia Unida após tomar conhecimento das pesquisas a boca de urna, que indicam a vitória da formação do Kremlin e que batem com os primeiros resultados oficiais que começam a ser divulgados.

Ele destacou que, apesar de "a vida não ser fácil e ter muitos problemas sem solução, as pessoas votam de todas as formas pela Rússia Unida".

O primeiro-ministro russo e cabeça de lista da Rússia Unida, Dmitri Medvedev, também deu por consumada a vitória de seu partido.

"Está claro que a Rússia Unida terá maioria na Duma de Estado, embora ainda tenhamos que ver que maioria", disse Medvedev, em discurso perante os simpatizantes reunidos na sede do partido.

Putin reconheceu que a participação dos eleitores "não foi a mais alta" se comparado a outras convocações, mas insistiu que "é alta", apesar dos dados divulgados às 18h (horário de Moscou) e que apontam a que essa poderia ser a mais baixa presença de público na história pós-soviética do país. A afluência foi bastante baixa, já que três horas antes do fechamento das últimas urnas o total era de 39,7%, segundo a Comissão Eleitoral Central. Na mesma hora, mas nas eleições legislativas de 2011, 50,4% do eleitorado já tinha votado.

De acordo à pesquisa de boca de urna realizada pelo Centro de Estudos de Opinião Pública (VTSIOM), a Rússia Unida terá 44,5% dos votos, seguido do Partido Liberal Democrático (PLDR) do ultranacionalista Vladimir Zhirinovsky (15,3%), do Partido Comunista (14,5%) e do social-democrata Rússia Justa (8,1%).

Em outra pesquisa divulgada quase simultaneamente, o partido de Putin alcançará um melhor resultado, 48,7% dos votos.

Ao todo, 14 partidos concorreram nas eleições legislativas de hoje, embora segundo às pesquisas a composição da Duma será parecida à obtida na eleição de 2011.

Pela primeira vez desde 2003, as eleições foram realizadas com um sistema misto: dos 450 deputados, 225 serão escolhidos por listas de partido e os outros 225 por circunscrições majoritárias unipessoais. EFE

aep/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos