Ataque a comboio humanitário na Síria deixou 12 mortos, diz ONG

Beirute, 19 set (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram nesta segunda-feira em um bombardeio a um comboio de ajuda humanitária na região de Urum al Kubra, no oeste da província de Aleppo, no norte da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG informou que a maioria das vítimas que morreram dirigia os caminhões da caravana e que um funcionário do Crescente Vermelho também não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o Observatório, aviões não-identificados tiveram como alvo os veículos do comboio, depois que foi feita a ajuda humanitária em áreas sob controle do regime.

Ainda segundo a ONG, o envio de suprimentos para esta região da província de Aleppo é feita mensalmente.

O Escritório da ONU para Assuntos Humanitários (OCHA) confirmou, no Twitter, nas últimas horas a entrada de um comboio em Urum al Kubra, sem dar mais detalhes, no entanto.

O Crescente Vermelho divulgou que um total de 31 caminhões entraram na área, mas não mencionou o ataque.

O caso ocorre depois que o Comando Suprema das Forças Armadas da Síria, anunciasse o fim da trégua de uma semana no país, que acabou à meia-noite (hora local), desta segunda-feira. Depois disso, 32 pessoas já morreram em cerca de 40 bombardeiros na província de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos