Bombeiros apagam fogo em campo de refugiados em ilha grega

Atenas, 19 set (EFE).- Bombeiros conseguiram apagar um grande incêndio no campo de refugiados de Moria, na ilha de Lesbos, na Grécia, que fez nesta segunda-feira com que entre 3 mil a 4 mil imigrantes fugissem do local, segundo fontes policiais consultadas pela Agência Efe.

As chamas obrigaram as autoridades a retirar cerca de 150 menores desacompanhados e transferi-los para outras instalações.

"Não sabemos ainda se há feridos, todos os refugiados estão fora do acampamento, e agora estamos tentando fazer um esforço para que voltem. Cerca de 500 já retornaram", declarou à Efe um porta-voz da polícia local que não quis confirmar, no entanto, se o fogo foi proposital, como alegam algumas fontes.

Durante o dia houve várias brigas entre refugiados no campo de Moria, uma delas, segundo a imprensa local, depois que se espalhou o rumor de iminentes deportações maciças.

De manhã, cerca de 300 refugiados escaparam do campo e tentaram fazer uma passeata na área urbana da cidade, mas foram detidos pela polícia e se viram obrigados a retornar ao acampamento.

Há poucos dias também aumentou a tensão entre os moradores de Lesbos após a repercussão da suspeita de que o governo grego tenta abrir outro campo na ilha, que recebe 5.650 imigrantes em instalações preparadas para 3.500.

Ontem o prefeito da ilha, Spyros Galenos, pediu às ONGs que trabalham no campo de refugiados municipal de Kara Tepe que abandonem as instalações, acusando-as de "colaborar" para a preparação do suposto novo acampamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos