Estado-Maior russo diz que é "inútil" manter cessar-fogo na Síria

Moscou, 19 set (EFE).- O Estado-Maior da Rússia acusou nesta segunda-feira a oposição de violar continuamente o cessar-fogo na Síria e afirmou que, "nestas condições, o cumprimento do cessar-fogo pelas forças governamentais é inútil".

"Dado que as milícias (opositoras) não cumprem com as condições da trégua, consideramos que o cumprimento unilateral do cessar-fogo pelas forças governamentais é inútil", disse hoje aos jornalistas o chefe de Operações do Estado-Maior da Rússia, o general Sergei Rudskoi.

A trégua negociada entre Rússia e Estados Unidos, vigente na Síria desde a última segunda-feira passada, expirou à 0h hoje (hora local), coincidindo com a intensificação da violência em vários pontos do país nas 24 horas anteriores.

Mais de 150 militares sírios e 63 civis morreram desde o início da trégua nas mais de 300 violações do cessar-fogo por parte da oposição apoiada pelos EUA, denunciou Rudskoi.

Outro militar russo do alto escalão, o general Vladimir Savchenko, que comanda o Centro para a Pacificação na Síria, garantiu que as milícias da oposição se preparam para iniciar uma ofensiva contra as tropas governamentais nas regiões de Aleppo e Hama.

"As unidades da oposição aproveitaram o cessar-fogo por parte das tropas sírias para se reagruparem, se armarem, e agora se preparam para realizar uma ofensiva com o objetivo de tomar novos territórios", denunciou Savchenko.

A trégua fez diminuir o número de mortes diárias na Síria, mas, desde a noite de sábado, pelo menos 170 pessoas morreram no país, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A maioria delas, pelo menos 90, eram soldados do regime sírio, mortos em um bombardeio da coalizão internacional liderada pelos EUA, que atingiu "por erro" posições do exército sírio em Deir ez Zor, no nordeste do país árabe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos