Oposição síria diz que Rússia é responsável por ataque a comboio humanitário

Beirute, 20 set (EFE).- A Coalizão Nacional Síria (CNFROS), principal aliança política de oposição no país, atribuiu nesta terça-feira à Rússia a responsabilidade pelo ataque ocorrido ontem contra um comboio de ajuda humanitária na província de Aleppo, no norte do território sírio.

A CNFROS condenou este "crime atroz" e atribuiu "à parte russa a responsabilidade direta e completa" do mesmo, em um comunicado.

A coalizão acusou Rússia e Síria de terem realizado o bombardeio sobre a caravana humanitária, na qual havia caminhões do Crescente Vermelho da Síria, em sua passagem por Urum al Kubra, no oeste de Aleppo.

A CNFROS também culpou Moscou pelo fim do cessar-fogo e das operações humanitárias na Síria, assim como de todas as violações ocorridas durante a trégua.

Além disso, a aliança opositora se queixou da "incapacidade" da comunidade internacional de assumir responsabilidades sobre uma guerra que já leva mais de cinco anos.

Pelo menos 12 pessoas morreram durante o ataque ao comboio, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Em Genebra, na Suíça, o porta-voz da Federação Internacional da Cruz Vermelha (FICV), Benoit Carpentier, confirmou em entrevista coletiva a morte de um funcionário do Crescente Vermelho da Síria.

Além deste trabalhador, um número indeterminado de civis morreu e muitos outros ficaram feridos no ataque, segundo Carpentier.

Após o bombardeio, o Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA) anunciou hoje que todas as operações humanitárias na Síria "estão suspensas".

O porta-voz do governo russo, Dmitri Peskov, garantiu por sua vez que militares russos estão verificando a informação sobre o ataque, do qual os Estados Unidos responsabilizaram a Rússia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos