Passagem do tufão Malakas pelo Japão provoca cancelamentos de voos e chuvas

Tóquio, 20 set (EFE).- O tufão Malakas provocou nesta terça-feira o cancelamento de aproximadamente 100 voos, saída de moradores de suas casas e fortes chuvas em sua passagem pelo Japão, onde as autoridades pediram precaução por conta de inundações e deslizamentos de terra.

Por volta das 11h40 (hora local) o tufão, classificado como "forte" pela Agência Meteorológica do Japão (JMA), se encontrava na costa oeste da Província de Tokushima, onde emitiu uma ordem de retirada para mais de 4.660 pessoas.

Além disso, recomendou a saída de 20.400 pessoas em várias zonas da cidade de Kobe, oeste do país, diante do perigo de deslizamentos de terra pela influência do tufão, informou a emissora de rádio e televisão pública "NHK".

Malakas, o 16º tufão da temporada no Pacífico, tocou a terra na Província de Kagoshima, por volta da meia-noite de segunda-feira, onde em algumas zonas chegaram a registrar mais de 100 milímetros de chuva por hora.

O fenômeno meteorológico também provocou o cancelamento de 101 voos nacionais que conectavam distintas localidades com o Aeroporto Internacional de Tóquio.

As fortes chuvas causaram o transbordamento de um rio na cidade de Nobeoka (Província de Miyazaki), onde várias regiões ficaram inundadas.

O tufão está se movendo a uma velocidade de 35 km/h em direção ao nordeste arrastando sequências de ventos de até 180 km/h, segundo dados da JMA.

A agência espera que a tempestade continua se movendo pela costa do Pacífico do oeste a leste durante o dia, e que pode acabar se convertendo em uma tempestade tropical na quarta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos