Campanha em Londres pede que expatriados dos EUA votem contra Trump

Londres, 21 set (EFE).- Um grupo de ativistas circulou nesta quarta-feira pelo centro de Londres a bordo de um ônibus vermelho de dois andares decorado com cartazes contrários ao candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, a fim de pedir aos expatriados americanos que se registrem para votar nas eleições presidenciais de novembro.

Sob o lema "United to Stop Trump" ("Unidos para deter Trump"), a organização cívica internacional Avaaz convocou o ato de forma paralela na capital britânica, Berlim (Alemanha) e México DF.

O ônibus partiu às 9h30 GMT (6h30, em Brasília) da cêntrica praça Russell Square, nas imediações do Museu Britânico, e passou depois perante a catedral de São Paulo e o parlamento de Westminster, entre outros enclaves.

O Avaaz tinha anunciado a mobilização através da rede social Facebook como uma ação "descarada e fresca" para "mobilizar os expatriados americanos de toda a cidade para que se registrem e votem".

"Vai ser muito divertido, com música e gente estupenda. E seguro que alcançamos a atenção dos veículos de imprensa. Se una à ação e traga teus amigos", assinalava a convocação.

Os ativistas a bordo do clássico ônibus de dois andares foram fazendo paradas em diversos lugares do centro de Londres para distribuir panfletos entre os transeuntes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos