Em comício no Rio, Dilma relaciona processo contra Lula ao impeachment

Rio de Janeiro, 21 set (EFE).- A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira no Rio de Janeiro que o processo aberto ontem pela Justiça Federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está relacionado com o seu impeachment.

"Estamos em um momento muito difícil porque está em andamento um processo sistemático de ruptura constitucional. Primeiro atacaram a mim e agora estão atacando o Lula", afirmou Dilma, alegando que ainda existe "um golpe em curso".

A ex-presidente saiu em defesa de Lula durante um ato de campanha da deputada Jandira Feghali, candidata à prefeitura do Rio de Janeiro pelo PCdoB.

Dilma, que não tinha sido vista em público desde que deixou Brasília após sua destituição no último dia 31 de agosto, escolheu reaparecer no comício de Jandira, uma das deputadas que mais se esforçou em defendê-la durante o processo de impeachment.

Jandira também aproveitou o ato de campanha para manifestar sua solidariedade a Lula e para denunciar que os processos judiciais contra o ex-presidente buscam apenas impedi-lo de disputar as eleições presidenciais de 2018.

"Estamos na segunda fase do golpe", disse a deputada ao concordar com Dilma que o processo contra Lula está relacionado à destituição de sua sucessora.

"Temos que denunciar que há uma campanha em andamento para retirar os direitos políticos de Lula antes das eleições presidenciais", completou Jandira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos