Rebeldes houthis sequestram professor americano na capital iemenita

Sana, 21 set (EFE).- Membros do movimento rebelde dos houthis sequestraram um professor americano que é diretor de um instituto de ensino de inglês na capital Sana, informaram à Agência Efe alunos desse centro de estudos.

Um grupo de houthis encapuzados invadiu na noite de terça-feira a casa de Peter Willems e o levaram em um veículo, denunciaram estudantes do instituto Exceed.

A casa de Willems fica localizada em um complexo que inclui escola e casas de outros colegas.

Willems, em paradeiro desconhecido, trabalha há 12 anos como diretor do instituto Exceed, situado na avenida Argélia de Sana.

Até agora, o movimento xiita rebelde houthi não informou sobre as razões do sequestro.

As autoridades dos Estados Unidos evacuaram seus compatriotas do Iêmen depois que os houthis tomaram o controle de Sana, em setembro de 2014, e começassem a se estender pelo país no final do mesmo ano.

Os houthis sequestraram então vários jornalistas americanos, acusados de suposta espionagem, e posteriormente os libertaram com a mediação do vizinho Omã.

No começo de dezembro, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) no Iêmen suspendeu suas atividades no país após o sequestro de uma de suas funcionárias de nacionalidade tunisiana em Sana.

O Iêmen se encontra imerso em um conflito armado entre os houthis e os partidários do presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi, que está exilado em Riad e é apoiado por uma coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita.

Esta coalizão sunita conta com o beneplácito dos Estados Unidos, o que exacerbou a rejeição dos xiitas houthis rumo a este país, marcado desde suas origens com o lema rebelde de "Morte a América". EFE

ja-aj/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos