Sírio de 16 anos com supostos vínculos com EI é detido na Alemanha

Berlim, 21 set (EFE).- A polícia alemã deteve em Colônia (oeste da Alemanha) um refugiado sírio de 16 anos supostamente vinculado com o Estado Islâmico (EI), informaram nesta quarta-feira fontes da investigação.

A detenção aconteceu na terça-feira em um ginásio de dita cidade habilitado como centro de amparo para os refugiados e na operação, realizada por uma unidade especial da polícia, ficaram levemente feridos outros três residentes do local.

Entre os contatos registrados em seu telefone celular, foi detectado um comunicante que, de acordo com as investigações, pretendia recrutar desde o estrangeiro o jovem sírio para que se unisse às fileiras jihadistas.

Estes primeiros indícios reforçam a teoria de que o menor se havia radicalizado e que suporia "um perigo crescente" para a segurança, apontaram fontes da promotoria de Colônia, sem dar mais detalhes.

A detenção do menor registrado como refugiado ocorre depois da de outro sírio de 24 anos, que foi detido na segunda-feira em um albergue de refugiados em Boblingen (sudoeste da Alemanha) sob suspeita de ter lutado para a organização terrorista Al Nusra antes de chegar à Alemanha, em 2015.

Na semana passada foram detidos três solicitantes de asilo sírios de 17, 18 e 26 anos suspeitos de colaborar com o EI no norte da Alemanha, onde chegaram em novembro de 2015 supostamente infiltrados pelo jihadismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos