Embarcação naufraga e mata 17 pessoas em Bangladesh

Daca, 22 set (EFE).- Pelo menos 17 pessoas, incluindo cinco crianças, morreram como consequência do naufrágio de uma embarcação ilegal na região de Barisal, no sul de Bangladesh, e um número indeterminado de passageiros permanecem desaparecidos, informou nesta quinta-feira à Agência Efe uma fonte oficial.

"Recuperamos 17 corpos em dois dias, incluídos os de cinco crianças. Quatro foram resgatados com vida", indicou o chefe administrativo do distrito, Ghazi Saifuzzaman.

O bote tombou na quarta-feira no rio Shandhya, em Barisal, cerca de 500 quilômetros ao sudeste de Daca, com 60 pessoas a bordo, algumas dos quais puderam chegar à margem nadando, por isso as autoridades não sabem quantas estão desaparecidas.

"O bote foi recuperado do rio por uma embarcação de auxílio e não há corpos dentro. Suspendemos a operação de resgate", indicou.

Afirmou que a embarcação transportava passageiros de maneira ilegal e além disso estava com excesso de gente.

Acidentes de barco são comuns em Bangladesh, um país atravessado por centenas de rios e afluentes, onde o transporte fluvial é muito utilizado.

Na maior parte dos casos, os acidentes acontecem pelo excesso de passageiros as más condições dos navios. Em fevereiro do ano passado, 68 pessoas morreram no centro de Bangladesh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos