Sobe para 50 o número de pessoas mortas no naufrágio no litoral egípcio

Rashid (Egito), 22 set (EFE).- O número de pessoas mortas no naufrágio ocorrido na quarta-feira no litoral egípcio aumentou para 50, depois que as equipes de resgate recuperaram outros oito corpos nesta quinta-feira.

Segundo fontes de segurança, os corpos foram transferidos a um edifício das Forças Armadas situado no porto de Rashid, no Mar Mediterrâneo e cerca de 240 quilômetros ao norte do Cairo.

As fontes precisaram que entre os corpos havia um menor egípcio e cidadãos sudaneses e somalis.

A embarcação partiu com entre 400 e 600 imigrantes a bordo entre as localidades de Rashid e Baltim, onde o litoral não é povoado e apresenta um terreno complicado, na região do delta do Nilo.

Até o momento, foram resgatados com vida 164 passageiros do navio, em sua maioria egípcios, sírios e de várias nacionalidades africanas.

Entre os imigrantes estavam quatro marinheiros que foram detidos. No entanto, os proprietários da embarcação e outras pessoas envolvidas no tráfico de pessoas continuam foragidas.

Desde esta área costumam partir navios que transferem ilegalmente os imigrantes, a maioria rumo ao litoral italiano.

O número de imigrantes que tenta sair do Egito aumentou nos últimos meses. Até julho de 2016, o Egito se transformou no segundo país de partida, depois da Líbia, de imigrantes, segundo Órgão Internacional de Migrações (OIM).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos