PUBLICIDADE
Topo

Facções da oposição expulsam regime sírio de vilarejo estratégico em Hama

24/09/2016 11h51

Beirute, 24 set (EFE).- Facções islâmicas assumiram neste sábado o controle do vilarejo de Ma'an, um dos principais redutos do regime do presidente Bashar al Assad na província de Hama, no noroeste da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

De acordo com a ONG, o grupo radical Jund al Aqsa e outras organizações armadas expulsaram as tropas do regime de Ma'an e da aldeia de Al Kibariya, no nordeste da província de Hama.

Os insurgentes usaram mísseis TOW, de fabricação norte-americana, para destruir carros de combate do Exército da Síria, segundo o Observatório. Em paralelo, aviões de combate bombardearam a área onde os dois grupos estavam se enfrentando.

Ma'an era um dos principais redutos do governo sírio em Hama. Na região, os soldados do regime concentram suas plataformas de foguetes e de artilharia. Antes, era um local de maioria alauita, a mesma de Al Assad, até que grande parte dos habitantes fugiu.

A agência oficial de notícias síria, "Sana", citando fontes militares, afirmou que tropas do governo travaram uma batalha intensa nas imediações de Ma'an e Al Kibariya contra "grupos terroristas" e a Frente al Nusra, até pouco tempo ligada à Al Qaeda.

As mesmas fontes destacam que as autoridades consolidaram a defesa da região de Karah, no norte de Hama.