Novos bombardeios russos e sírios deixam pelo menos 23 mortos em Aleppo

(Atualiza o número de vítimas).

Cairo, 25 set (EFE).- O número de mortos nos bombardeios realizados por aeronaves do regime da Síria e da Rússia sobre vários bairros da cidade de Aleppo subiu para 23, incluindo duas crianças, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Pelo menos nove pessoas morreram em ataques aéreos sobre os bairros de Al Maizar, Tariq al Bab e Al Ansari. Além disso, há civis soterrados embaixo dos escombros dos edifícios que foram alvo dos bombardeios nesses e em outros bairros do leste da cidade, controlados por opositores do regime de Bashar al Assad.

O Observatório alertou que o número de mortos pode aumentar porque há várias pessoas gravemente feridas, enquanto as equipes de resgate tentam resgatar os que ainda estão soterrados.

Os bombardeios realizados por aviões militares foram retomados durante a madrugada após várias horas de pausa.

Anteriormente, o Observatório tinha informado sobre a morte de pelo menos 14 pessoas em bombardeios realizados por helicópteros militares sírios e aviões de guerra russos entre a 0h de ontem e as primeiras horas da tarde de hoje.

As zonas atingidas tinham sido as de Bab al Hadid, Qadi Askari e Bustan al Basha, assim como outros bairros sob o controle da oposição. Além disso, houve ataques na periferia norte de Aleppo.

Aleppo é palco desde quinta-feira de intensos bombardeios e de uma ofensiva do Exército sírio, apoiado pela Rússia. Mais de 50 pessoas morreram no sábado nos ataques contra vários bairros do leste da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos