Quatro soldados nigerianos morrem em ataque do Boko Haram

Abuja, 26 set (EFE).- Quatro soldados nigerianos morreram e 16 ficaram feridos nesta segunda-feira em um ataque do grupo jihadista Boko Haram contra um comboio militar no norte do país, informou o Exército.

As incursões dos terroristas causaram, nos dois últimos dias, a morte de oito militares no estado setentrional de Borno, o mais atingido pela violência do Boko Haram.

Este novo ataque ocorre um dia depois dos radicais publicarem um novo vídeo no qual o líder, Abubakar Shekau, aparece em perfeito estado para desmentir que tinha sido ferido "fatalmente" em um bombardeio do Exército, como afirmou no mês passado um porta-voz militar.

A emboscada aos militares, na qual os jihadistas utilizaram explosivos, aconteceu Miyantu e Dareljamal, disse o porta-voz do Exército da Nigéria, Sani Usman, através de um comunicado.

"Infelizmente, perdemos um oficial e três soldados. Outros 16 soldados e três membros de um grupo de vigilância cidadã ficaram feridos, enquanto os insurgentes perderam três combatentes, armas e munição", acrescentou.

Homens do Boko Haram também mataram ontem outros quatro soldados em Logomani, também no estado de Borno.

Desde o ano passado, uma força multinacional integrada por tropas nigerianas e soldados da região do Lago Chade recuperaram grande parte do território que o Boko Haram controlava no norte da Nigéria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos