Erdogan presenteia Johnson e põe fim a tensão entre chanceler e Turquia

Istambul, 27 set (EFE).- Um presente surpresa para Boris Johnson, polêmico ex-prefeito de Londres e agora ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, recebido das mãos do próprio presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, enterrou nesta terça-feira as tensões que caracterizavam as relações entre os dois políticos.

Erdogan entregou ao seu hóspede, de visita oficial na Turquia desde o domingo, uma réplica de uma carta que o prefeito de Manchester, Robert Neill, enviou na década de 1860 ao sultão otomano Abdulaziz, informou o jornal turco "Hürriyet".

O presente e os sorrisos deixaram para trás a tensão causada pelas declarações do agora chanceler britânico, que em 2015 tinha expressado "simpatia" pelo Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), a guerrilha curda considerada terrorista pela Turquia e também pelos países-membros da União Europeia (UE).

Em maio, Johnson ganhou um concurso de poemas de insultos contra Erdogan, realizado para criticar a falta de liberdade de expressão na Turquia. Antes do "Brexit", o novo chanceler britânico alertava sobre as consequências de admitir os turcos na UE.

Ninguém, no entanto, pediu desculpas pelas atitudes do passado, afirmou Johnson em entrevista coletiva realizada ao lado do ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Cavusoglu.

O ministro britânico destacou as excelentes relações entre o Reino Unido e a Turquia no âmbito econômico, além dos 2,5 milhões britânicos que visitam o território turco todos os anos.

Além disso, Johnson destacou o firme apoio de Londres ao governo turco após o fracassado golpe militar de julho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos