Ataques lançados da Turquia deixam pelo menos 12 mortos no norte da Síria

Beirute, 29 set (EFE).- Pelo menos 12 pessoas - seis menores, três mulheres e três homens - morreram nos últimos três dias no enclave curdo-sírio de Tel Abiad, na fronteira com a Turquia, em ataques lançados pelas forças turcas, disse nesta quinta-feira à Agência Efe um dirigente curdo.

"Os massacres da Turquia não pararam nos últimos dias com a morte de seis crianças e três mulheres. Além disso, três homens foram assassinados por disparos de franco-atiradores turcos contra suas casas e campos agrícolas de Tel Abiad", lamentou o presidente da autoproclamada Federação de Rojava (Curdistão sírio), Mansour Salum.

Segundo dados divulgados pela milícia curdo-síria Unidades de Proteção do Povo (YPG, em sua sigla em curdo), na noite de 26 de setembro a artilharia do exército turco disparou indiscriminadamente contra a cidade de Kuheyla, em Tel Abiad, onde os menores e as mulheres morreram.

Tel Abiad, no norte da província nordeste síria de Al Raqqa, está sob o controle das Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada curdo-árabe, cujo componente principal são as YPG.

Os ataques de artilharia e disparos de franco-atiradores turcos contra áreas dominadas pelas FSD no norte da Síria são frequentes. EFE

ssa/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos