Deslizamento de terra deixa 3 mortos e 20 desaparecidos no leste da China

Pequim, 29 set (EFE).- As equipes de resgate encontraram nesta quinta-feira os três primeiros corpos no deslizamento de terra provocado ontem pelo tufão Megi no leste da China, onde outras 20 pessoas estão desaparecidas, informou a agência oficial "Xinhua".

Nas primeiras horas dos trabalhos de salvamento, 15 pessoas puderam ser resgatadas, mas três dos soterrados no deslizamento de terra morreram, entre eles uma mulher de 60 anos e uma criança de seis, informaram as autoridades da cidade de Sucun, na província de Zhejiang, onde ocorreu o acidente.

A avalanche fez com que 400 mil metros cúbicos de terra deslizassem das encostas próximas de um vale onde havia por volta de 40 casas, enterrando completamente metade delas.

Cerca de 1.400 habitantes da cidade foram realocados em outras áreas, enquanto por volta de 2.200 pessoas trabalham nos trabalhos de resgate.

Na mesma província de Zhejiang, outras seis pessoas desapareceram na cidade de Baofeng depois que outro deslizamento de terra soterrou várias casas.

O tufão Megi também causou inundações em amplas áreas próximas da costa sul e leste da China, sobretudo nas províncias de Zhejiang e Fujian.

Antes de chegar à China, o Megi passou por Taiwan, onde deixou quatro mortos, mais de 600 feridos, quase 15 mil desalojados e grandes prejuízos na infraestrutura da ilha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos