Negro morto a tiros na Califórnia apontou um cigarro eletrônico aos policiais

Washington, 29 set (EFE).- O objeto que um homem apontou para os policiais antes de ser morto a tiros em El Cajon, na Califórnia, nos Estados Unidos, era um cigarro eletrônico, informaram nesta quinta-feira as autoridades locais.

"O vaporizador tem um cilindro prateado de 2,5 centímetros de diâmetro e 7,5 de comprimento como relatou o agente", explicou através de um comunicado a polícia de El Cajon, que fica no subúrbio de San Diego.

No momento em que o homem apertou as duas mãos em posição de tiro e apontou, os dois agentes dispararam, um com uma pistola elétrica tipo "taser", mas o outro com sua arma de serviço.

O homem foi identificado como Alfred Okwera Olango, um refugiado de 38 anos, natural de Uganda.

A polícia divulgou uma fotografia extraída de um vídeo caseiro, no momento em que Olango apontou para um dos agentes. As imagens, por enquanto, não devem ser tornadas públicas pela corporação.

Na quarta-feira, pelo segundo dia consecutivo, dezenas de pessoas protestaram em El Cajon pela morte de Olango, pedindo que divulguem o vídeo e reinvindicando uma investigação independente do fato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos